Com gol no último lance, Palmeiras vence amistoso contra XV de Jaú

Mesmo contra 4 jogadores do profissional, Sub-23 do Galo manteve alto desempenho

(Assessoria XV de Jaú – Guilherme Petian) Na manhã desta quinta-feira (01), com foco na preparação para o campeonato Paulista da Segunda Divisão Sub-23, o XV de Jaú enfrentou o Palmeiras em jogo amistoso na Academia de Futebol, localizada na Barra Funda, onde o Palmeiras realiza treinamentos. O Galo foi recebido com muita organização, seguindo todos os atuais protocolos de saúde, com testagem em toda equipe.

Na partida dividida em 3 tempos de 30 minutos, todo o elenco do XV, da categoria, foi relacionado, a fim de preparar e sintonizar um bom time principal para a futura competição, que terá início no dia 22 de agosto.

No primeiro período, o Galo da Comarca entrou em campo com os seguintes titulares: Allan Thiago; Caio Giovane; Gabriel Franco; Fernando Dias; Denilson Santana; Evanilson Santos; Vinicius Fleck; Gabriel Mello; Leonardo Souza; Vinicius Argolo e Gil Ferreira. Já no decorrer dos dois últimos tempos, foram selecionados os goleiros Henrique Marchesan e Paulo Roberto; zagueiros Alysson Christian e Wesley Martin; laterais Brenno Brandão e Gustavo Madureira; volantes Julio Cesár e Caique Henrique; meias Gabriel Tizeu e Andrei Oliveira; extremos Matheus Vinicius, Felipe Tocantins, Gabriel Robinho e Wesley Rato, além dos centroavantes Luiz Guedes e Adrian Riquelme.

Para enfrentar os atletas do Galo, o Alviverde contou com o famoso atacante Gabriel Veron, com o zagueiro Michel, meio-campista Alan e com o atacante Ivan Angulo. Estes atletas se tratam dos profissionais que não vem sendo aproveitados, no momento, pelo técnico Abel Ferreira, com exceção de Veron, que se encontra em transição física. Completando o time, o Sub-20 entrou com: Mateus; Tiago; Talisca; Ian Custódio; Diogo Crispim; Caio Cunha e Breno.

Momentos antes do apito inicial, os atletas do XV mostraram muito foco e determinação, refletindo no ótimo desempenho dentro de campo, onde muitas chances foram criadas. Mesmo com pouco tempo de entrosamento e coletividade, a equipe bateu de frente com a qualificada potência nacional e, com muita organização, manteve alta posse de bola, apresentando poucos erros individuais que podem ser facilmente corrigidos.

O placar foi aberto na primeira etapa, com gol de Talisca, do Palmeiras. Logo após, na etapa seguinte, o Galo alcançou o empate com gol de Wesley Martin, que veio acompanhado de diversas outras chances. Na terceira e última etapa, o XV foi surpreendido ao sofrer um gol do atacante Victor Henrique, que resultou na vitória do Palmeiras, time da casa.

“A avaliação que nós tivemos neste jogo teve como objetivo o que eu disse desde o início: conhecer os atletas que contratamos, na qual estamos há duas semanas juntos e eu precisava ter um conhecimento melhor da característica de cada atleta. Pelo primeiro jogo que nós tivemos hoje, eu creio que estamos progredindo bem, apesar da derrota”, relata Jean Rodrigues, técnico do Galo da Comarca.

De acordo com o diretor executivo de esporte, Lucas Brando, o XV teve muitas chances de sair com a vitória e define o resultado como secundário: “Não só por ser o Palmeiras, mas, como eu já venho falando, a gente tinha objetivos específicos pra este jogo treino, assim como os outros que estão por vir. Pecamos em algumas coisas que são acessíveis e mais fáceis para serem corrigidas e acredito que estamos no caminho certo.”

O XV de Jaú volta da capital paulista de cabeça erguida, com ótimos resultados de desempenho e com o mesmo foco para os próximos amistosos pré-campeonato.

compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin